Consumir refrigerante pode destruir DNA, aponta estudo

Refri3

Você sabe o que é telômero? Telômeros são pedaços de DNA que protegem as pontas dos cromossomos. Localizados nos glóbulos brancos, uma pesquisa publicada no American Journal of Public Health mostrou que ele tem um inimigo bem popular: o refrigerante.

O pior é que os telômeros afetados pelo consumo excessivo de refrigerante estão diretamente relacionados com a ocorrência de doenças ligadas a idade: câncer, diabetes e problemas cardíacos. De acordo com o estudo, consumir 500 ml de refrigerante diariamente resulta em um envelhecimento de 4,6 anos na idade biológica.

Bem parecido com os efeitos causados pelo cigarro e pelo sedentarismo no organismo humano. “O consumo regular de refrigerantes adocicados pode influenciar o desenvolvimento de doenças, não apenas por impactar negativamente o metabolismo, mas por acelerar o envelhecimento das células”, disse a professora da Universidade da Califórnia e principal autora do estudo, Elissa Epel.

Independentemente de idade, raça, renda ou nível de instrução, os resultados foram semelhantes em todos os testados.

Com informações da InfoAbril

Comentários

(*) Obrigatório, Seu email não será publicado no site